A Terrível História de Bruno

8 de setembro de 2011

Olá, galera! Como estamos hoje? Hoje venho com grande novidades... Primeiro os preparativos com o #Malditos estão quase concluídos  e soube a pouco que o ISBN já chegou lá na Literata e em breve vou estar divulgando - o por aqui junto com a nova capa, mas isso vai ficar para outra postagem. Hoje quero inaugurar uma nova sessão no blog... Os contos de terror e pra começar vou trazer um conto que encontrei em meio as minhas andanças pela net e me agradou bastante, trata - se do conto "terrível história de Bruno" do jovem escritor Thiago Simões, um jovem de 14 anos  e com um talento nato para escrever. Então vamos conferir?
A Terrível História de Bruno - Você é capaz de lê-la?
Bruno voltava para casa a passos rápidos. Estava ofegante, não queria demonstrar seu nervosismo, mas não conseguia. Abriu a porta de casa vagarosamente, com o intuito de não acordar ninguém e se dirigiu ao seu quarto. Lá sentia – se mais seguro. Tirou a camisa ensangüentada, estava cansado e demorou a cair na cama e adormecer.
O relógio marcava 3 horas, o clima no quarto de Bruno estava gélido. Ruídos começaram a se manifestar no local, por vezes risos medonhos e gritos agonizantes podiam ser ouvidos, foi quando uma voz murmurou ao pé do ouvido do rapaz.
— Vai ser o seu fim, maldito!

O jovem despertou espantado, trêmulo, a voz lhe era familiar. Em um movimento súbito, acendeu a luz do seu quarto e sentou-se em sua cama, a fim de refletir sobre o que havia feito antes de sua chegada em casa e... Foi então que Bruno fitou uma cruz contendo grãos de terra em meio ao seu quarto e abaixo dela, uma poça de sangue. O garoto partiu em disparada para a cozinha, pegou um copo d’água para acalmar os ânimos, estava com lágrimas nos olhos.
— Saia de perto de mim, me deixe em paz! Me esqueça!  - ele gritou em desespero.
Ouviu então um estranho som não muito distante dali e soube que estava logo atrás dele. A curiosidade e o medo mesclavam-se e lentamente ele movimentou seus olhos para o lugar de onde provinha o tal barulho.
— Não pode ser... Como isso é possível? – Proferiu afastando – se. Bruno viu a mesma cruz movendo - se sozinha sob a mesa e uma cadeira sendo vagarosamente balançada, produzindo um som aterrorizante ao se atritar com o solo. Sua única ação foi correr para o quarto da sua mãe, entretanto não encontrou ninguém.
— Mãe! Para onde a senhora foi? Que droga!
— Estou aqui, filhinho... – Disse uma voz doce e angelical, mas não era sua mãe.
Bruno olhou na direção do espelho para identificar aquela voz e pode perceber que, dentro do espelho, encontrava – se uma mulher com longos e lisos cabelos pretos jogados sobre o rosto. Seus olhos rubros e raivosos estavam expostos
— Venha para mamãe! Venha... – O vozear já não era mais o mesmo, agora predominava uma voz grutual horrenda. A estranha estendeu suas mãos com longas garras repletas de sujeira. Bruno soltou um grito intenso que pôde ser ouvido por todos os seus vizinhos.

Dias depois foi descoberto que Bruno não aparecia em sua casa há meses e não havia dado nenhuma noticia para sua mãe, uma mulher solitária que preocupada com o filho, acabou se suicidando por achar que ele estava morto. Ela foi enterrada em um cemitério próximo dali alguns dias antes do retorno do rapaz, que na mesma noite, estava sendo procurado pela polícia por ter estuprado uma garota com as seguintes características: uma morena, magra, de cabelos negros e lisos. Alguns dizem que quem se arrisca passar em frente à casa de Bruno às 3 da manhã dizem que ainda se pode ouvir o grito de Bruno e a gargalhada diabólica de uma mulher.  E você, o que faria se eu dissesse que essa mulher está bem aí atrás de você?

Thiago Simões



E por hoje é isso galera...  Vou procurar trazer sempre novos contos de minha autoria e também de outros autores do cenário nacional e nos próximos dias estarei divulgando um novo parceiro: O Blog "Tá Vendo Online", no qual serei colaborador com uma sessão sobre livros.

Um forte abraço gente!
J. Henrique

Comentários Comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

J. Henrique © Copyright 2010

©